domingo, 25 de dezembro de 2011

Afinal.. Jesus Cristo nasceu realmente em 25 de dezembro??

Hoje eu abri meu Facebook e estava lá uma pergunta em meus recados: " Na bíblia está escrito que Jesus nasceu no dia 25 de dezembro?"


Boa pergunta não é??


A bíblia não relata.. e nós não estávamos lá para ver....mas segundo os estudos existem registros manuscritos de que JESUS nasceu antes de Dezembro....JESUS nasceu durante a vida de Herodes, o Grande, que os romanos haviam designado para governar a Judéia. 
Os calendários são contados a partir do ano em que se supõe ter nascido JESUS, mas as pessoas que fizeram essa contagem equivocaram-se com as datas: Herodes morreu no ano 4 a.C., de modo que JESUS nasceu 3 anos antes, a quando dos censos do povo Judeu, que ocorreu, exactamente, 1 ano após os censos dos outros povos também subjugados ao poder Romano segundo os historiadores.
Estes censos ocorreram para facilitar aos Romanos a contagem do povo e a respectiva cobrança dos impostos. 
Os Judeus sempre se opuseram a qualquer tentativa de contagem, por essa razão, esta ocorreu um ano depois de ter ocorrido nos povos vizinhos. 
Desde o séc. IV, os cristãos festejam o Natal, ou nascimento de Cristo, no dia 25 de dezembro. Esta foi uma adaptação das festas ao deus Sol dos povos pagãos, adquirida pelos "Romanos". 
Na realidade José recensiou "Joshua ben Jose" (JESUS) como nascido ao dia 21 do oitavo mês, isto no ano 7 a.C.- de acordo com os registos Judaicos. Maria foi a mãe de JESUS. Ela e o carpinteiro José, seu marido, moravam em Nazaré, uma cidade da província da Galiléia, no norte da Palestina.
Depois de mencionar que JESUS nasceu numa época em que pastores estavam ao relento à noite para vigiar seus rebanhos, Albert Barnes, erudito bíblico do século 19, chegou à seguinte conclusão: “Isso torna evidente que nosso SALVADOR nasceu antes de 25 de dezembro . . . Essa é uma época fria, especialmente nas regiões altas e montanhosas perto de Belém. DEUS ocultou o tempo do nascimento [de JESUS]. . . . Nem era importante saber o tempo; pois, se tivesse sido, DEUS teria preservado o registro dele para nós.” O SENHOR nosso DEUS ocultou muitas coisas já pensando na idolatria que supostamente o povo viesse a cometer; um exemplo é a forma de CRISTO ou seja um rosto, se você observar tem muitas fotos ou imagens que o povo acredita ser a do Senhor JESUS, não é mesmo?? E na palavra está escrito que "...Ele não tinha parecer nem formosura...(Ref: Isaías 53: 2 e 3)"............Meus amigos, existem mais coisas em cima desta data.....e está voltada para o lado comercial (dinheiro) fins lucrativos e (glutonaria) que é excesso de comidas e de bebidas.. neste caso seria um outro estudo......Graça e paz...

sábado, 22 de outubro de 2011

Violência na família



-Amados, venho abordar um tema que tem sido umas das coisas muito frequente na família em um modo geral; estão existindo muitas brigas dentre as famílias, vemos nas reportagens, estas coisas estão levando os casais chegarem ao ponto de separarem por causa de maus tratos.
Saiba que temos um adversário que fica de camarote espreitando, colocando: Brigas, contendas, intrigas, fofocas etc. O inimigo de nossa vida, o diabo.
-O Senhor diz na palavra Dele que:
 "O ladrão não vem senão a roubar, a matar, e a destruir ..." (João 10: 10 a)..
Quando convidamos Cristo para entrar em nossa vida Ele entra e dá "...vida e vida com abundância" (João 10: 10 b).
-Se pararmos para pensar tem muitos homens de Deus que estão colocando seu casamento nas mãos do inimigo.
-Se olharmos para a palavra de Deus o Senhor nos leva até a 1 ª carta do Apóstolo Paulo à Timóteo observe:
 "Esta é uma palavra fiel: se alguém deseja o episcopado, excelente obra deseja. *( Fazer a obra de Deus)
Convém, pois, que o bispo seja irrepreensível, marido de uma mulher, vigilante, sóbrio, honesto, hospitaleiro, apto para ensinar;
Não dado ao vinho, não espancador, não cobiçoso de torpe ganância, mas moderado, não contencioso, não avarento;
Que governe bem a sua própria casa, tendo seus filhos em sujeição, com toda a modéstia
(Porque, se alguém não sabe governar a sua própria casa, terá cuidado da igreja de Deus?);
Não neófito, para que, ensoberbecendo-se, não caia na condenação do diabo.
Convém também que tenha bom testemunho dos que estão de fora, para que não caia em afronta, e no laço do diabo.
Da mesma sorte os diáconos sejam honestos, não de língua dobre, não dados a muito vinho, não cobiçosos de torpe ganância;
Guardando o mistério da fé numa consciência pura.
E também estes sejam primeiro provados, depois sirvam, se forem irrepreensíveis.
Da mesma sorte as esposas sejam honestas, não maldizentes, sóbrias e fiéis em tudo.
Os diáconos sejam maridos de uma só mulher, e governem bem a seus filhos e suas próprias casas.
Porque os que servirem bem como diáconos, adquirirão para si uma boa posição e muita confiança na fé que há em Cristo Jesus.
Escrevo-te estas coisas, esperando ir ver-te bem depressa;
Mas, se tardar, para que saibas como convém andar na casa de Deus, que é a igreja do Deus vivo, a coluna e firmeza da verdade.
E, sem dúvida alguma, grande é o mistério da piedade: Deus se manifestou em carne, foi justificado no Espírito, visto dos anjos, pregado aos gentios, crido no mundo, recebido acima na glória." (1 Timóteo 3:1-16)..
-É hora refletirmos e tomarmos posição diante de Deus dando crédito à palavra de Deus..
O Senhor diz na palavra Dele que: "O meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento; porque tu rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei, para que não sejas sacerdote diante de mim; e, visto que te esqueceste da lei do teu Deus, também eu me esquecerei de teus filhos."
(Oséias 4: 6)..
-Está bem claro que somos nós os culpados de a presença do Senhor se afastar de nós!!
"Mas as vossas iniqüidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que não vos ouça."
(Isaías 59:2)..
E mitas das vezes você fica se perguntando, porque eu orei aquela pessoas e o Senhor não operou o milagre?? Você que antes orava e Deus respondia. Esta faltando alguma coisa não?? Lembra-te onde você errou e se coloque diante de Deus Ele é fiel para perdoar.. antes peça perdão essa pessoa a qual ficou magoada.. ou até mesmo libere o perdão.. a falta de perdão tem aprisionado muitas pessoas.. ponha-se no teu lugar ao qual o Senhor te colocou.. Deus é contigo Ele quer ver a sua família feliz .. assim como Josué declarou em (Josué 24: 15 b) " ...porém eu e a minha casa serviremos ao SENHOR."
 Deus é contigo para te ajudar!! Ele nunca deixou um escolhido sem respostas...
Graça e Paz...

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

AMARGURA NA FAMÍLIA



“Tendo Esaú quarenta anos de idade, tomou por esposa a Judite, filha de Beeri, heteu, e a Basemate, filha de Elom, heteu. Ambas se tornaram amargura de espírito para Isaque e para Rebeca.” Gênesis 26:34


Uma das grandes dificuldades que a humanidade tem passado no decorrer dos tempos é gerada através dos conflitos familiares.
Ao mesmo tempo em que em muitos lares as famílias são bases de saúde e vida, em outros, têm gerado doenças e mortes, abalando a sociedade e enfraquecendo as instituições.
Um indivíduo sadio, motivado, pressupõe que suas bases familiares foram bem estabelecidas e firmadas, promovendo um ambiente propício para esse crescimento salutar.
As neuroses familiares, situações antagônicas e conflituosas mal  resolvidas, têm gerado em muitos  pais e filhos, ressentimentos e amarguras, levando-os a separação e ao distanciamento.
Na família de Isaque e Rebeca não foi diferente. O casal teve dois filhos gêmeos; um chamava-se Esaú, que nasceu primeiro, e o outro Jacó, que nasceu por segundo.
O crescimento e educação dos filhos desse casal sofreram por atitudes que todos os pais devem evitar para que não gerem nos filhos comportamentos que possam promover ressentimentos, amarguras, e conseqüentes brigas e separações.
Isaque amava mais Esaú que Jacó. Rebeca amava mais Jacó que Esaú. Esaú era homem do campo, um perito caçador. Jacó vivia mais na tenda, ajudando a mãe.
Os filhos viam nessas atitudes uma preferência dos pais. E é aí que começam os problemas.
Muitas vezes sem se aperceberem os pais demonstram preferência por um dos  filhos ou porque ele é o mais velho, inteligente, capacitado, obediente, ou por atitudes mais compatíveis e aceitáveis.
Um elogio para um, um presente melhor para o outro, um abraço mais caloroso em um, um mais superficial em outro. Os filhos são inteligentes, logo percebem o partidarismo. É quando nasce a inveja, a disputa, as discursões, as ofensas. Os pais se perguntam: Porque esses meninos brigam tanto? Esquecem de olhar para suas atitudes.
Como nasce a raiz de amargura em muitos filhos, sentindo-se discriminados, mal amados e desvalorizados? “Atentando, diligentemente, por que ninguém seja faltoso, separando-se da graça de Deus; nem haja alguma raiz de amargura que, brotando, vos perturbe…” Hebreus 12:12-17
É verdade que Esaú, não obstante pertencer a uma família que tinha promessa de bênção e prosperidade para todas as gerações, não soube aproveitar essas oportunidades e tomou decisões erradas, trazendo para si, graves conseqüências.
Era o primogênito de Isaque da linhagem Abrâamica. Como primogênito era considerado como “o princípio do vigor paterno”, portanto, um filho especial. Na ausência do pai, se estivesse de fazer alguma viagem, era este que se tornava a autoridade na casa.
Por ocasião do falecimento do Pai, o primogênito era considerado o segundo em autoridade. Possuía vários direitos de tratamento superior e de herança especial. Herdava o dobro dos demais filhos.
Até o tempo do sacerdócio Araônico, ao filho primogênito cabia o direito de perpetuar a adoração divina da família, primeiramente sob autoridade do seu pai, enquanto este vivia; mas falecido este, o primogênito tomava seu lugar.
Mas um dia Esaú, sem refletir, deixando a carne falar mais alto que o espírito; trocou o direito à primogenitura por um prato de  lentilha. Ou seja, em um momento não muito favorável de sua vida, sem pensar nas conseqüências, ele desprezou as bênçãos espirituais e materiais que teria como primogênito por outras transitórias, passageiras e corruptíveis da vida. Gênesis 25:27-34
A outra atitude muito errada que Esaú cometeu contra seus pais foi casar com  mulheres que não pertenciam à família de  Abraão. Fez isso por vingança contra seu irmão Jacó, que lhe roubou o direito de primogenitura e à bênção de seu pai Isaque.
Isaque e Rebeca ficaram entristecidos com os seus casamentos; eles revelaram a falta de preocupação de Esaú pela responsabilidade de levar avante as suas tradições familiares e religiosas.
Esses casamentos foram brechas na pureza de linhagem para a qual Abraão tinha sido chamado. Gênesis 24:7,47,48
As duas mulheres Judite, filha de Beeri, heteu, e a Basemate, filha de Elom, heteu, eram de famílias idólatras, com costumes contrários ao habitual na família patriarcal. Não se tratava apenas de  uma questão racial. “Tendo Esaú quarenta anos de idade, tomou por esposa a Judite, filha de Beeri, heteu, e a Basemate, filha de Elom, heteu…”Gênesis 26:34ª“…Ambas se tornaram amargura de espírito para Isaque e para Rebeca.”Gênesis 26:34b
Amargura de espírito nos pais. Quantos pais estão sofrendo por decisões e comportamentos errados de seus filhos? Creio que esse é um dos grandes dramas que tem abalado as famílias, levando-as ao sofrimento e a dor.
O dicionário define a amargura como: Amargura é a “propriedade ou característica de severo, de áspero, de intransigente” (Dicionário Houaiss). s.f. Tristeza, pena, angústia, aflição: curtir a amargura. / Acerbidade, acrimônia, azedume: criticou com amargura. / Sabor amargo: a amargura da quinina// Rua da amargura, sofrimento, desamparo.
A amargura é um veneno que pode se desenvolver e crescer dentro de uma pessoa – até quase despercebida por ela mesma.
Amargura é um sentimento amargo em relação a alguém, que produz em nós perturbação, que tira nossa paz, traz transtornos a nossa vida, faz muitas pessoas perderem o juízo e com isso muitas vezes dar fim a própria vida, ou até mesmo desfazer relacionamentos, por causa da dificuldade em perdoar e que muitas vezes nos levam a propagar isso e contagiar outros em relação àquela pessoa, que nos ofendeu ou decepcionou.
Uma pessoa amargurada, além de  prejudicar-se, de ficar impedida de receber as bênçãos do Senhor, acaba corrompendo os outros a sua volta.
Esposos são advertidos a não tratar suas esposas com amargura (Colossenses 3:19).
A amargura dos pais pode ser minimizada se os filhos obedecerem (Efésios 6:1-3), e é pouco provável que os filhos se tornem amargurados se os pais ouvirem a Deus (Efésios 6:4; Colossenses 3:21).”  Pra Janete
A amargura é muito mais que isso. É um mal que precisa ser banido das famílias.
O que fazer para ser livre da amargura na família?   Perdoar, Perdoar, Perdoar, Amar, Amar, Amar, sempre.
Esaú, 20 anos depois da ofensa cometida pelo irmão Jacó, consegue perdoar e chorar um no ombro do outro. Gênesis 33:4 Que maravilha se todos os irmãos e pais e filhos se perdoassem. “Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celestial vos perdoará a vós; se, porém, não perdoardes aos homens, tampouco vosso Pai perdoará vossas ofensas.” Mateus 6:14,15
Você não precisa sofrer 20 anos com um sentimento preso em seu coração, dilacerando sua alma e produzindo tristeza na sua vida, sem conseguir perdoar aquele que lhe ofendeu!
São esses sentimentos que produzem doenças corporais e perturbações na mente, levando muitas vezes a morte.
Perdoar além de ser um ato de sobrevivência pessoal é um ato de sobrevivência familiar e social.
Amar o filho que errou, perdoando e acolhendo em seus braços é o que nosso Deus faz para conosco. Assim também devemos fazer aos nossos filhos sem exceção.
As famílias seriam mais felizes se  perdoassem e deixassem que o amor prevalecesse e não a amargura de espírito.
O que você tem feito para vencer a amargura em sua vida e família?
“… ele converterá o coração dos pais aos filhos e o coração dos filhos aos pais, para que eu não venha e fira a terra com maldição.” Malaquias 4:6


sábado, 24 de setembro de 2011

Para Deus não tem fronteiras


O evangelho está chegando onde não chegava antes!!
é com imensa satisfação que recebo esta notícia; apesar das dificuldades estamos contribuindo para a pregação do evangelho no mundo.
-Estive recentemente conversando com pessoas de outros Países e ouço falar que muitos que não ouvia falar de Jesus hoje estão ouvindo; alem dos missionários a missão conta com os veículos de comunicações, TV, Internet etc.
Você que está lendo essa mensagem, saiba que Deus tem um propósito em sua vida! Ainda que você esteja numa posição privilegiada..Ele quer te dar mais! E você que anda não ouviu que Jesus Cristo: Salva, cura e liberta; saiba que: Ele é o mesmo ontem hoje e eternamente!
Ainda que o seu país seja fechado para o Evangelho de Jesus Cristo, não desista nunca! busque o Senhor enquanto se pode achar:
"Buscai ao SENHOR enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto."
(Isaías 55:6)
Repare que neste versículo o Senhor usa o profeta Isaías para falar com o povo para buscar ao Senhor, clamar ao Senhor em quanto à tempo e está perto.
Porque Ele Diz assim??
 A reposta é certa; Ele virá buscar a sua igreja e não haverá quem pregue a palavra de Deus para os que ficarem !!
"Eis que vêm dias, diz o Senhor DEUS, em que enviarei fome sobre a terra; não fome de pão, nem sede de água, mas de ouvir as palavras do SENHOR.
E irão errantes de um mar até outro mar, e do norte até ao oriente; correrão por toda a parte, buscando a palavra do SENHOR, mas não a acharão" (Amós 8:11-12)
-Porque os escolhidos não estarão mais aqui para; falar, interceder, orar, etc.
Não deixe para depois!!
Você prefere estar ao lado do Senhor Jesus?
 ou viver uma vida de tormentos???
Qual a melhor parte??
Essa parte cabe a você escolher!
Esse caminho pode ser estreito, a porta pode ser apertada, mas, você vai cantar o hino da vitória do outro lado...
Creia você nasceu para fazer a diferença! E ai onde você está; Deus pode te usar para falar do amor Dele à humanidade.


segunda-feira, 13 de junho de 2011

Uma vida de louvor

O ser humano foi criado para viver e respirar numa atmosfera de adoração e louvor ao seu Criador. O influxo permanente do poder divino deveria ser mantido pela expressão permanente dum alegre e humilde louvor ao seu Criador. O Vínculo da benção através da obediência foi quebrado pelo pecado e silenciou a comunhão cheia de louvor existente entre o ser humano e Deus, introduzindo o egocentrismo, a auto compaixão e a insatisfação (Gn 3.9-12). Porém agora há salvação e vida em Cristo e, depois de receber a Jesus como Salvador, a vida diária nos convida à oração e a Palavra nos direciona à comunhão e à sabedoria no viver. Porém o nosso apresentar-se diário diante de Deus deve ser com louvor: “Entrai pelas portas dele, com louvor e em seus átrios, com hinos.” Sl 100.4
O louvor deve tomar conta de todo o nosso ser.


1. “Judá” significa “Louvor” 
"De novo concebeu e deu à luz um filho; então, disse: Esta vez louvarei o SENHOR. E por isso lhe chamou Judá; e cessou de dar à luz." Gn 29.35
Jacó transmite a Judá a maior benção e este terá autoridade real e legal,além de trazer o Messias ao mundo.


2. O louvor cura os “tempos secos” .
"Dali partiram para Beer; este é o poço do qual disse o SENHOR a Moisés: Ajunta o povo, e lhe darei água. Então, cantou Israel este cântico: Brota, ó poço! Entoai-lhe cânticos!" Nm 21.16,17
Em tempos de pressão, ansiedade ou depressão, junte-se ao povo de Deus em louvor.

3. Poder da unidade do louvor. 

"E quando em uníssono, a um tempo, tocaram as trombetas e cantaram para se fazerem ouvir, para louvarem o SENHOR e render-lhe graças; e quando levantaram eles a voz com trombetas, címbalos e outros instrumentos músicos para louvarem o SENHOR, porque ele é bom, porque a sua misericórdia dura para sempre, então, sucedeu que a casa, a saber, a Casa do SENHOR, se encheu de uma nuvem." 2Cr 5.13
Há poder no louvor, na gratidão e na música.

4. O Louvor gera vitória. 

"Dai ouvidos, todo o Judá e vós, moradores de Jerusalém, e tu, ó rei Josafá, ao que vos diz o SENHOR. Não temais, nem vos assusteis por causa desta grande multidão, pois a peleja não é vossa, mas de Deus. Amanhã, descereis contra eles; eis que sobem pela ladeira de Ziz; encontrá-los-eis no fim do vale, defronte do deserto de Jeruel. Neste encontro, não tereis de pelejar; tomai posição, ficai parados e vede o salvamento que o SENHOR vos dará, ó Judá e Jerusalém. Não temais, nem vos assusteis; amanhã, saí-lhes ao encontro, porque o SENHOR é convosco. Então, Josafá se prostrou com o rosto em terra; e todo o Judá e os moradores de Jerusalém também se prostraram perante o SENHOR e o adoraram. Dispuseram-se os levitas, dos filhos dos coatitas e dos coreítas, para louvarem o SENHOR, Deus de Israel, em voz alta, sobremaneira. Pela manhã cedo, se levantaram e saíram ao deserto de Tecoa; ao saírem eles, pôs-se Josafá em pé e disse: Ouvi-me, ó Judá e vós, moradores de Jerusalém! Crede no SENHOR, vosso Deus, e estareis seguros; crede nos seus profetas e prosperareis. Aconselhou-se com o povo e ordenou cantores para o SENHOR, que, vestidos de ornamentos sagrados e marchando à frente do exército, louvassem a Deus, dizendo: Rendei graças ao SENHOR, porque a sua misericórdia dura para sempre. Tendo eles começado a cantar e a dar louvores, pôs o SENHOR emboscadas contra os filhos de Amom e de Moabe e os do monte Seir que vieram contra Judá, e foram desbaratados" 2Cr 20.15-22

Quando estavam diante dos inimigos, os levitas respondiam à Palavra com um louvor exuberante; a vitória vinha em seguida.


5. O louvor interrompe o avanço da iniqüidade.               
"Eis que o ímpio está com dores de iniqüidade; concebeu a malícia e dá à luz a mentira. Abre, e aprofunda uma cova, e cai nesse mesmo poço que faz. A sua malícia lhe recai sobre a cabeça, e sobre a própria mioleira desce a sua violência. Eu, porém, renderei graças ao SENHOR, segundo a sua justiça, e cantarei louvores ao nome do SENHOR Altíssimo." Sl 7.14-17
O louvor voluntário, sincero, poderoso e audível terá a presença de Jesus, afastando o desejo de identificar-se com atos, pensamentos ou ações pecaminosas.

6. O Louvor leva-nos a olhar para Deus. 

"Invoco o SENHOR, digno de ser louvado, e serei salvo dos meus inimigos." Sl 18.3
O louvor dirigido a ele, que é digno, reflete Deus.

7. Louvor, o caminho para a presença de Deus. 
   

"Contudo, tu és santo, entronizado entre os louvores de Israel. Nossos pais confiaram em ti; confiaram, e os livraste." Sl 22.3,4
O louvor quanto parte de um coração puro, traz a presença de Deus.


8. Cante louvores com entendimento. 
"Deus é o Rei de toda a terra; salmodiai com harmonioso cântico." Sl 47.7
Quando cantamos louvores com entendimento (inteligência, sabedoria), estamos testemunhando o amor de Deus por nós e o nosso amor a Deus.


9. O Louvor libera bênçãos e satisfação. 
"Ó Deus, tu és o meu Deus forte; eu te busco ansiosamente; a minha alma tem sede de ti; meu corpo te almeja, como terra árida, exausta, sem água. Assim, eu te contemplo no santuário, para ver a tua força e a tua glória. Porque a tua graça é melhor do que a vida; os meus lábios te louvam. Assim, cumpre-me bendizer-te enquanto eu viver; em teu nome, levanto as mãos. Como de banha e de gordura farta-se a minha alma; e, com júbilo nos lábios, a minha boca te louva," Sl 63.1-5
O tipo de expressão de louvor que libera bênçãos está cheio de paixão e anseio por Deus.



10. Louvor Criativo. 
"Quanto a mim, esperarei sempre e te louvarei mais e mais." Sl 71.14
Deus deseja que sejamos criativos em nosso louvor e que evitemos o louvor descuidado.

11. Ensine seus filhos a louvar. 

"Uma geração louvará a outra geração as tuas obras e anunciará os teus poderosos feitos" Sl 145.4
Devemos louvar continuamente a Deus e educar os filhos neste objetivo.

12. Um forte apelo para louvar. 

"Aleluia! Louvai a Deus no seu santuário; louvai-o no firmamento, obra do seu poder. Louvai-o pelos seus poderosos feitos; louvai-o consoante a sua muita grandeza. Louvai-o ao som da trombeta; louvai-o com saltério e com harpa. Louvai-o com adufes e danças; louvai-o com instrumentos de cordas e com flautas. Louvai-o com címbalos sonoros; louvai-o com címbalos retumbantes. Todo ser que respira louve ao SENHOR. Aleluia!" Sl 150.1-6
Somos convidados a louvar a Deus pela sua majestade e atos poderosos em toda a sua criação.



13. O louvor abre as portas das prisões. "Por volta da meia-noite, Paulo e Silas oravam e cantavam louvores a Deus, e os demais companheiros de prisão escutavam. De repente, sobreveio tamanho terremoto, que sacudiu os alicerces da prisão; abriram-se todas as portas, e soltaram-se as cadeias de todos." At 16.25,26
O louvor dirigido a Deus abriu as portas da prisão e libertou um homem.


14. Animando uns aos outros no louvor. "E não vos embriagueis com vinho, no qual há dissolução, mas enchei-vos do Espírito, falando entre vós com salmos, entoando e louvando de coração ao Senhor com hinos e cânticos espirituais, dando sempre graças por tudo a nosso Deus e Pai, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo," Ef 5.18-20
O culto é engrandecido quando nos reunimos aos outros, encorajando-nos mutuamente.


15. O sacrifício do louvor. 
"Possuímos um altar do qual não têm direito de comer os que ministram no Tabernáculo. Pois aqueles animais cujo sangue é trazido para dentro do Santo dos Santos, pelo sumo sacerdote, como oblação pelo pecado, têm o corpo queimado fora do acampamento. Por isso, foi que também Jesus, para santificar o povo, pelo seu próprio sangue, sofreu fora da porta. Saiamos, pois, a ele, fora do arraial, levando o seu vitupério. Na verdade, não temos aqui cidade permanente, mas buscamos a que há de vir. Por meio de Jesus, pois, ofereçamos a Deus, sempre, sacrifício de louvor, que é o fruto de lábios que confessam o seu nome." Hb 13.10-15
O louvor confronta e exige que matemos os nossos orgulho e preguiça.

16. Caminha com Deus em adoração. 

"Vós, porém, sois raça eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus, a fim de proclamardes as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz." 1Pe 2.9
Como povo escolhido e eleitos de Deus, nós proclamamos o seu louvor e propagamos a sua benção por toda a terra.

Batismo nas águas

O significado do Batismo (imersão)

Numa conversa com Nicodemos, o líder da comunidade religiosa que foi ver Jesus à noite, Jesus ressaltou para ele a importância e o significado do batismo:
"Ninguém pode ver o Reino de Deus, se não nascer de novo... se não nascer da água e do Espírito". João 3:3, 5 (A não ser quando indicado, todos os textos bíblicos da série DESCOBERTAS BÍBLICAS são da Nova Versão Internacional da Bíblia [NVI].).
Portanto, de acordo com Jesus, precisamos ser nascidos "da água e do Espírito". "Nascer do Espírito" significa entrar numa nova vida mediante uma mudança de mente e de coração. Por envolver um tipo de experiência completamente novo, e não apenas um aperfeiçoamento do velho estilo de vida, o ato de fazer parte do reino de Deus é denominado novo nascimento. O batismo pela água é um símbolo exterior que retrata a mudança interior. Nosso colaborador na África batizou um prisioneiro como reconhecimento de seu compromisso com Cristo e como símbolo da transformação que o Espírito Santo estava operando em seu caráter.
2. POR QUE EU DEVERIA SER BATIZADO?
Nossa salvação é possível em virtude de três grandes atos de Cristo:
"Cristo MORREU pelos nossos pecados, segundo as Escrituras, foi SEPULTADO e RESSUSCITOU no terceiro dia, segundo as Escrituras". I Coríntios 15:3, 4
Cristo possibilitou a nossa salvação mediante a Sua morte, sepultamento e ressurreição.
"Ou vocês não sabem que todos nós, que fomos batizados em Cristo Jesus, fomos BATIZADOS EM SUA MORTE? Portanto, fomos SEPULTADOS COM ELE na morte POR MEIO DO BATISMO, a fim de que, ASSIM COMO CRISTO FOI RESSUSCITADO DOS MORTOS mediante a glória do Pai, TAMBÉM NÓS VIVAMOS UMA VIDA NOVA". Romanos 6:3, 4
Cristo morreu por nossos pecados, foi sepultado, e então ressurgiu da tumba para nos dar uma nova vida de justiça. Ao sermos batizados, estamos simbolicamente participando de Sua morte, sepultamento e ressurreição. O batismo significa que morremos para o pecado com Cristo, sepultamos nossa vida de pecado com Cristo, e estamos ressurgindo para viver "uma nova vida" em Cristo. A morte e a ressurreição de Jesus se tornam a nossa própria morte e ressurreição. Deus pode fazer com que morramos para o pecado, como se tivéssemos crucificado nossa vida de pecado. Ele pode nos ressuscitar para as coisas do Espírito, como se estivéssemos ressuscitando dos mortos.
O ato físico do batismo representa simbolicamente os passos da conversão. Primeiramente, somos mergulhados na água, somos imersos completamente, da mesma forma que uma pessoa que morre é enterrada e coberta com terra. Isso mostra que estamos desejosos de morrer com Cristo e enterrar nosso velho estilo de vida. O batismo é um funeral, uma despedida formal de uma existência na qual o pecado nos dominava. Então, somos erguidos da água pela pessoa que está nos batizando, da mesma forma que uma pessoa é ressuscitada do túmulo. Isso mostra que somos uma "nova criação", que recebemos a "nova vida" prometida por Deus.
Apenas o batismo por imersão pode demonstrar precisamente o verdadeiro significado do batismo: morte, sepultamento e renascimento. O "batismo por aspersão" não simboliza adequadamente o novo nascimento.
O que realmente significa morrer com Cristo?
"Pois sabemos que o nosso velho homem foi crucificado com Ele, para que o corpo do pecado seja destruído ['seja deixado sem poder', nota da margem], e não mais sejamos escravos do pecado". Romanos 6:6
O batismo representa exteriormente o que uma pessoa deve fazer interiormente: entregar tudo a Cristo. Se não quisermos fazer isso, e nos apegarmos a qualquer das velhas coisas, continuaremos "escravos do pecado". Quando nos entregamos totalmente a Cristo, nossos desejos pecaminosos são "deixados sem poder", e nossa transformação começa.
Quem é responsável pela mudança que ocorre em nossa vida?
"Fui crucificado com Cristo. Assim, já não sou eu quem vive, mas CRISTO VIVE EM MIM. A vida que agora vivo no corpo, VIVO-A PELA FÉ NO FILHO DE DEUS, que me amou e se entregou por mim". Gálatas 2:20
Quando me identifico com a crucifixão de Cristo através do batismo, dou oportunidade para que uma poderosa força tome conta da minha vida: "Cristo vive em mim".
A fim de depositar sua vida totalmente nas mãos de Cristo, olhe primeiramente para Cristo morrendo na cruz. Não olhe para o pecado que ameaça você, não olhe para o seu passado e nem reclame; olhe para Jesus. Ao observarmos a maneira corajosa pela qual Cristo morreu no Calvário, conseguimos nos solidarizar com Ele e dizer: "Pelo poder da cruz, afirmo que estou morto para os velhos hábitos e me entrego a Deus. Escolho empunhar a bandeira de Cristo. De agora em diante, 'vivo pela fé no Filho de Deus que me amou e se entregou por mim' ".
Ao nos apropriarmos do poder da morte e ressurreição de Cristo, vemos mais e mais que as Suas boas qualidades substituem nossos velhos hábitos:
"Portanto, se alguém está EM CRISTO, é NOVA CRIAÇÃO. As coisas ANTIGAS já passaram; eis que surgiram coisas NOVAS". 2 Coríntios 5:17
Mediante o batismo, expressamos nosso desejo andar de mãos dadas com Jesus e vivermos uma vida nova e melhor "em Cristo". Jesus efetua em nós o que nunca poderíamos fazer por nós mesmos. Ressurgimos da água como "nova criação"; Ele nos concede poder e força para termos uma nova vida.
3. POR QUE JESUS FOI BATIZADO?
No Pentecostes, Pedro disse aos que buscavam se libertar da culpa que deveriam arrepender-se e ser batizados "em nome de Jesus Cristo para perdão dos seus pecados" (Atos 2:38). Já que Jesus nunca cometeu um único pecado, por que Ele se permitiu ser batizado?
"Então JESUS VEIO da Galiléia AO JORDÃO PARA SER BATIZADO por João... PARA CUMPRIR TODA JUSTIÇA". Mateus 3:13-15
Jesus era uma pessoa sem pecado. Ele não precisava se arrepender de qualquer pecado. Ele foi batizado por outra razão: "cumprir toda a justiça". Ao ser batizado, Jesus deixou um exemplo positivo para nós, seres humanos fracos e pecados. Cristo nunca pede a Seus seguidores para irem a algum lugar onde Ele já não tenha ido. Por isso, quando os crentes são imersos na água do batismo, eles estão seguindo os passos do Mestre.
Por ter morrido por nossos pecados, Cristo pode nos dar Sua justiça.
"Deus tornou pecado por nós aquele que não tinha pecado, para que nEle nos tornássemos justiça de Deus". II Coríntios 5:21
Diante de Deus, somos transformados de pecadores em santos, crescendo com isso na "justiça" e vivendo uma nova vida em Cristo.
4. POR QUE DEVERÍAMOS PASSAR PELA IMERSÃO?
Cristo foi imerso em Seu batismo; não aspergido com água. João O batizou no Rio Jordão "porque havia ali muitas águas" (João 3:23). Quando Jesus foi batizado, Ele desceu até a água e, "assim que Jesus foi batizado [em grego, 'imerso'], SAIU DA ÁGUA". (Mateus 3:16).
Quando entendemos o verdadeiro significado do batismo, temos pouca dificuldade em reconhecer e autenticar a forma de batismo. A própria palavra "batizar" vem da palavra grega baptizo, e significa mergulhar ou imergir.
Durante a visita de John Wesley à América em 1737, um júri de uma igreja, formado por 34 homens, discutiu com ele sobre a estranha decisão de "se recusar a batizar o filho do Sr. Parker, a não ser por imersão". É evidente que o pai do metodista batizava seus conversos por imersão.
O reformista João Calvino afirmou: "É certo que a imersão era a prática da igreja primitiva". Institutes of the Christian Religion, livro 4, cap. 15, seção 19.
A história da igreja primitiva deixa claro que o batismo significa imersão. Dean Stanley, da Igreja da Inglaterra, escreveu: "Pelos primeiro treze séculos, a prática quase universal do batismo era a mesma que lemos no Novo Testamento, e que é o próprio significado da palavra "batismo" - aqueles que eram batizados eram submergidos, imersos, mergulhados na água. Christian Institutions, pág. 21
Os batistérios para imergir os conversos começaram a aparecer em muitas igrejas que foram construídas entre o quarto e o quinto século na Europa e Ásia, igrejas como a Catedral de Pisa, na Itália, e a de S. João, a maior igreja de Roma.
Não foi até o Concílio de Ravenna, no começo do décimo quinto século que a Igreja Católica aceitou a aspersão como equivalente à imersão. Quanto a práticas da igreja, não devemos seguir o que um homem ensina, mas o que Cristo e Seus apóstolos ensinam.
Muitos cristãos sinceros cultivam a tradição do batismo de crianças, e dedicar os filhos a Deus desde que nascem, com certeza é recomendável. A Bíblia, contudo, deixa claro que uma pessoa deve ser ensinada qual o caminho da salvação antes do batismo (Mateus 28:19, 20): a pessoa deve crer em Jesus antes de ser batizada (Atos 8:35-38), e deve se arrepender do pecado e ser perdoada antes de ser batizada (Atos 2:38). Um bebê é incapaz de crer, arrepender-se e confessar seus pecados, que são passos que devem preceder o batismo.
5. POR QUE É IMPORTANTE SER BATIZADO?
De acordo com Jesus, o batismo é essencial para aqueles que desejam entrar no céu:
"Ninguém pode entrar no Reino de Deus, se não nascer da água e do Espírito". João 3:5
Jesus apresenta apenas uma exceção. O ladrão na cruz foi "nascido do Espírito", mesmo porque era impossível para ele deixar a cruz e ser imerso na água como um sinal de sua mudança de coração. Jesus lhe prometeu que estaria no paraíso (Lucas 23:42, 43). Para o ladrão, ser "nascido da água e do Espírito" representou aceitar o sangue de Jesus que estava sendo derramado para perdão dos seus pecados. Agostinho observou: "Há um caso de arrependimento na hora da morte registrado, o do ladrão arrependido, por isso ninguém deveria se desesperar; mas há apenas um, para ninguém supor que isso é aplicável a todas as situações".
O próprio Jesus deu essa solene advertência:
"Quem crer e for batizado será salvo, mas quem não crer [portanto, não for batizado] será condenado". Marcos 16:16
Ao morrer em nosso lugar no Calvário, Jesus tornou pública aquela demonstração do Seu amor por nós. Precisamos responder a uma confissão pública e sem receios de nosso compromisso com Cristo através do batismo. Você já se iniciou numa vida em Cristo? Você já foi batizado? Se não, por que não se preparar para fazer isso num futuro próximo?
6. O BATISMO É APENAS O COMEÇO
O batismo representa nosso compromisso com um estilo de vida cristão. Mas, nossa entrega pelo batismo não significa que podemos confiar que a transformação dura pelo resto da vida.
Quando uma criança nasce, uma celebração é preparada. Depois que o dia termina e o entusiasmo diminui, o bebê demanda cuidado diário, banhos, e uma constante preocupação por seu bem estar. O mesmo acontece quanto ao batismo. Paulo, falando de sua experiência, disse: "Todos os dias enfrento a morte" (I Coríntios 15:31). Mediante a rejeição diária do egoísmo, nos tornamos mais e mais dispostos a responder ao chamado de Cristo.
O rito do batismo, bem como a cerimônia de casamento, foi planejado para ser uma confirmação formal de que um relacionamento maravilhoso e crescente foi iniciado. A fim de crescer consistentemente, precisamos nos entregar diariamente a Cristo, e diariamente receber uma nova vida mediante a oração e o estudo da Bíblia.
7. UM MOTIVO PARA SE ALEGRAR
O batismo é motivo de grande alegria porque aqueles que colocam sua fé em Cristo têm a certeza da vida eterna. "Quem crer e for batizado será salvo" (Marcos 16:16). Quando somos batizados, iniciamos uma caminhada que nos leva para o alto, em direção à felicidade eterna.
O batismo também celebra a felicidade presente em Cristo. Ele promete o dom inestimável do Espírito Santo para aqueles que são batizados (Atos 2:38). Com o Espírito, recebemos também "o fruto do Espírito", o "amor", que enche a vida com "alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio" (Gálatas 5:22, 23).
Ter Jesus vivendo em nós através do Seu Espírito Santo nos dá uma profunda certeza. "O próprio Espírito testemunha... que somos filhos de Deus" (Romanos 8:16).
Essa relação segura com Deus nos traz muitos benefícios, mas não nos garante uma vida livre de problemas. Na verdade, o inimigo freqüentemente tenta colocar as maiores dificuldades na vida daqueles que há pouco tempo fizeram seu compromisso com Cristo. Contudo, quando estamos nas mãos de Deus sabemos que Ele usa todas as coisas que acontecem a nós, sejam boas ou ruins, para nos ensinar e nos ajudar a crescer (ver Romanos 8:28).
Uma jovem tomou a decisão de entregar sua vida a Cristo, e ser batizada, apesar da ameaça de seu marido de se divorciar dela caso isso acontecesse. Ele não queria tomar parte na nova fé dela, mas ela ficou firme com Jesus e tentou se tornar uma esposa mais amável do que já havia sido no passado. Por algum tempo, o marido complicou as coisas em casa. Finalmente, ele foi vencido por um argumento que ele não tinha como contrariar: a vida transformada de sua esposa. Esse homem dedicou sua vida a Cristo e também foi batizado.
Apegar-se intimamente a Cristo nos torna instrumentos poderosos em Suas mãos. Podemos dedicar nossa vida a Ele incondicionalmente, pois Ele já fez um compromisso muito maior conosco quando pagou o preço pelos nossos pecados na cruz. Que grande privilégio o de entregarmos publicamente nosso amor e nossa submissão a Deus. Se você ainda não fez isso, escolha dedicar sua vida a Cristo agora mesmo. Peça para Ele criar uma nova vida em você pelo Espírito Santo, e então seja batizado em Cristo.

quarta-feira, 16 de março de 2011

Fim dos Tempos

Reflexão sobre tudo que tem acontecido nos últimos dias:
Terremotos, guerras, tsunamis, secas, enchentes, fome, violência, falta de amor para com o próximo etc.
Estamos na época do hedonismo, onde as pessoas buscam a satisfação pessoal e prazer a todo custo e isto tem contaminado a pregação do Evangelho de Cristo..
Temos que meditar na Palavra de Deus... Pois ainda não é o fim!
Mas breve Ele virá, essa promessa é verdadeira! Creia!

quinta-feira, 3 de março de 2011

O que Deus espera de nós, pregadores?

Amados, "isso é pano pra manga"

Um pouco de descontração no começo....
pra começar desculpe a ausência,
mais vamos ao assunto:
O senhor deixa bem claro um mandamento! Ide!!!
Aproximadamente 272 versículos encontrados na Bíblia!!!


Mas ide antes às ovelhas perdidas da casa de Israel; Mateus 10:6

Ide; eis que vos mando como cordeiros ao meio de lobos. Lucas 10:3

Ide e apresentai-vos no templo, e dizei ao povo todas as palavras desta vida. Atos 5:20

Ide, pois, às saídas dos caminhos, e convidai para as bodas a todos os que encontrardes. Mateus 22:9

Então chamou Faraó a Moisés e a Arão, e disse: Ide, e sacrificai ao vosso Deus nesta terra. Êxodo 8:25

Levai também convosco vossas ovelhas e vossas vacas, como tendes dito; e ide, e abençoai-me também a mim. Êxodo 12:32

E disse-lhes o sacerdote: Ide em paz; o caminho que seguis está perante o SENHOR. Juízes 18:6

E mandaram aos filhos de Benjamim, dizendo: Ide, e emboscai-vos nas vinhas. Juízes 21:20

E ele lhes disse: Ide-vos até ao terceiro dia, e então voltai a mim. E o povo se foi. 1 Reis 12:5

E Jesus, respondendo, disse-lhes: Ide, e anunciai a João as coisas que ouvis e vedes: Mateus 11:4

E disse-lhes Pilatos: Tendes a guarda; ide, guardai-o como entenderdes. Mateus 27:65

E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura. Marcos 16:15

Estão ai alguns dos "272" versiculos referente a palavra "ide"
e um para cada colocação segundo o contexto.
Algumas perguntas:
---Será que estamos fazendo a vontade de Deus mesmo?
---Será que as ovelhas estão sendo resgatadas?
---Será que o que está sendo praticado é verdadeiramente o Evangelho de Cristo?

Porquê se fala pouco em salvação, oque mais se fala é prosperidade, já falara o Senhor: "Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar um e amar o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom. (Mateus 6:24)"
Temos que acordar para a realidade! são tantas coisas que hoje não estão chegando ao Senhor com cheiro suave ao trono de Deus.
imagine uma igreja do seculo 21!
é claro que não podemos parar no tempo mais, é pra refletir, a "liberalidade".
Se o senhor voltasse hoje, será que Ele iria se identificar com as doutrinas do homem?
Outro assunto é "Dissesões nas denominações": "Rogo-vos, porém, irmãos, pelo nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que digais todos uma mesma coisa, e que não haja entre vós dissensões; antes sejais unidos em um mesmo pensamento e em um mesmo parecer. (1 Coríntios 1:10)"
Já visualizava o Apóstolo Paulo, isso entre Ministérios! Pastores contra pastores brigas por causa de horário de programa de TV e Rádio, quem paga mais, estão fazendo da Casa de Deus uma empresa, um comércio com fins lucrativos; "Comeis a gordura, e vos vestis da lã; matais o cevado; mas não apascentais as ovelhas. (Ezequiel 34:3)"
E as ovelhas onde estão? a essa hora estão nas mãos do angustiador.
O Evangelho é para ser pregado com temor à Luz da Palavra.
vamos rever essas coisa direitinho não se esqueça que tudo está sendo escrito em um lugar que, um dia será cobrado...

Seguidores

SBN..tv..gospel.........assista......filmes......online......aqui...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Blogs que sigo

Deixe seu comentário

Sobre o autor

Minha foto

Paisagista, jardineiro, músico, cantor, compositor, cristão.

Alguém que desfruta dos talentos que Deus deu.